O Home Working e o Coronavírus

March 18, 2020

Há pouco mais de 20 anos aqui no Brasil, quando se começou a falar nas empresas sobre o Home Office para as primeiras experiências com colaboradores e equipes nesta direção, fui um dos primeiros profissionais selecionados na minha área (TI) para poder avaliar o modelo, que seria posteriormente replicado para outras áreas da empresa. Além do tipo de função desempenhada e do perfil pessoal metódico e organizado, se buscava outros requisitos para a participação como um ambiente e espaço físico adequado na residência do colaborador e infraestrutura disponível ou possibilidade de sua ampliação para que a empresa pudesse arcar com os custos para realizar uma adequação.

 

Naquela época a experiência foi interessante e positiva em relação ao resultado obtido no desempenho das atividades, sendo observado, profissionais com maior aptidão para o modelo de trabalho "virtual / remoto" devido entre outros pontos à questão de personalidade, que mesmo com acesso e comunicação diária à vontade se impactavam após certo tempo com a falta do contato pessoal diário, do tipo "vamos tomar um café" ou "vamos almoçar". Assim também alguns registros de isolamento de membros das equipes, que trabalhavam em home office foram sentidos com alguns atritos pessoais e mudanças de postura dos profissionais que trabalhavam dentro do espaço tradicional da empresa criando-se, em alguns casos, relações menos sociais e colaborativas no grupo.

 

De qualquer forma, daquele tempo aos dias atuais, muita tecnologia, recursos e psicologia foram empregadas para que as empresas com estratégias de mitigação de riscos e planos de continuidade de negócios regularmente testados utilizassem o modelo de Home Working para manter a atividade dos seus colaboradores em padrões de normalidade.


Neste momento da pandemia de Coronavírus COVID-19, com uma repercussão econômica e social mundial jamais antes registrada, estamos vendo muitas empresas (algumas delas pela primeira vez e na "marra") adotarem como medida preventiva o regime Home Working para os seus colaboradores e aqui é importante relembrar de alguns pontos e tomar nota para não mais nos esquecermos de nos preparar para este nosso novo mundo, onde novas situações com desafios até maiores poderão vir a acontecer no futuro.


Vários posts na internet aparentemente dicas uteis na atual situação com títulos de efeito do tipo "Vai trabalhar de casa? Veja ferramentas que podem auxiliar no home office", acabam por sobrepor medidas e intervir nas ações reativas definidas por algumas empresas não tão atentas ou preparadas para a questão Gestão de Crises, e que podem pontualmente ocasionar quebras de segurança, inclusive de proteção de dados em situações não regulamentadas e certificadas da condição de trabalho. Tenham muito cuidado neste momento, pois a proatividade sem controle pode ser desastrosa para os negócios.

 

Estabelecer diretrizes, responsabilidades e procedimentos referentes ao trabalho no home office possibilita ao colaborador da empresa desenvolver suas atividades profissionais fora das dependências da empresa de forma segura e produtiva. Assim, tenho certeza que este tipo de solução poderia ser mais e mais avaliada e utilizada pelas organizações no contexto cotidiano em que hoje vivemos (exemplo: deslocamentos desnecessários consumindo tempo e recursos) sem considerar o fato desta crise mundial.

 

A política de Home Working uma vez aplicável conforme a natureza da atividade do colaborador (sem comprometimento da qualidade, produtividade e pontualidade da entrega dos resultados) tem como objetivo estabelecer modelos alternativos para o desenvolvimento do trabalho, aumentando a possibilidade de integração e equilíbrio entre vida familiar e profissional. Neste documento são definidos entre a empresa e o colaborador: a frequência de utilização do modelo, a condição de participação, os recursos envolvidos, a gestão de desempenho, o controle de horas trabalhadas, a utilização dos equipamentos e suporte, o acesso às informações e a responsabilidade de garantir a integridade e confidencialidade das mesmas.

 

Apesar de toda a campanha em prol do ambiente home office é importante lembrar que o modelo Home Working:

  • Não é uma solução para todos as áreas e funções da empresa;

  • Não é uma solução que se adapta a todos os estilos e personalidades dos colaboradores;

  • Necessita de um local com requisitos mínimos aceitáveis para a execução da atividade;

  • Necessita de um protocolo de conduta ajustado e suportado devendo o mesmo ser validado e revisto periodicamente por uma equipe competente e responsável.


Espero que todos fiquem bem, que superem todas as dificuldades momentâneas e que em breve possamos repensar nas novas estratégias baseadas nas lições que certamente estamos aprendendo hoje.

 

 

 

 


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O Home Working e o Coronavírus

March 18, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo